Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

nome: poraqui | cor: preto (e por isso acaba) 26.06.05-27.12.2007

entretanto existe uma coisa chamada plateau effect

 

http://plateau-effect.blogspot.com/


publicado por zéoliveira às 01:28
| comentar
|
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

falta-me os tomates para matar este blog?

não importa

que mexem

que corta

o sítio transpira

de vida

sons que voam

os putos nem sabem

sons que soam

o que fazem

saltam com os dentes

das avós

diferentes

da gente

não tente

não siga

persiga

fomente

a fome

quem come

o lobo

o mau?

o roubo

cacau?

não sei

não fiz

estava a caminho

não cheguei a tempo

tormento

dorme ao relento

orvalho

caralho

e assim

se fez o amor

por aqui

ficou ardor

de querer

arder

morrer

nascer

nem sempre foder

nem sempre falar

nem sempre trocar

tocar

sempre tocar

não sei

não tocar

não sei a linguagem

a miragem

de não conseguir

tocar-te

 

por isso

aviso

sou insuportável

amável

um dia

horrível

rufia

 

demontração do valor das palavras

 

ou porque me calo quando não devo

ou porque falo quando não devo

ou porque gosto quando não devo

ou porque gosto

(quem assina está convencido que é o último post, antes de avisar o próximo sítio que deverá ser branco e não preto, mas quem assina acabou de chegar a casa e está verdadeiramente bêbado e veio a fugir de qualquer coisa que não devia ser nada.

quem assina sou este)


publicado por zéoliveira às 03:06
| comentar | ver comentários (1)
|
Sábado, 15 de Dezembro de 2007

tipover

Pregnant women do not tip over, and researchers say an evolutionary curve has a lot to do with the reason why.

 

o resto da noticia:

http://www.nytimes.com/2007/12/12/science/12cnd-pregnant.html?em&ex=1197781200&en=9ee163509360e953&ei=5087%0A


publicado por zéoliveira às 03:50
| comentar | ver comentários (1)
|

sempre

por vezes encontramos nos dias um sentido meio preenchido
isto é tão verdade como difícil de explicar
porque muitos foram os dias que
assim como um vazio, assim como faltar um momento

 

por ser quase impossível, não desistir


publicado por zéoliveira às 03:41
| comentar
|
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2007

blogs como este, do umbigo

uma coisa interessante de escrever sem fio de jogo (gosto da expressão, so what?) é o teste da luz, está-se no escuro do entre-orelhas a produzir algo parecido com um pensamento e verbaliza-se/escreve-se a coisa.

para mentes mais sinuosas é um verdadeiro desafio atinar com palavras e encadear. às vezes parece mesmo um pensamento e não passa de uma emoção ou de um estado de espírito ou a luz que era um farol é uma velinha de igreja.

é o síndrome daquela ideia porreira que tive há 10 segundos mas de repente não faço ideia do que seja... era mesmo boa, não sei é se era para temperar a salada, para acabar com as guerras ou para meter converseta com a menina da papelaria.

claro que há outras soluções, é mais fácil com emoções, mascara-se bem a coisa com uma monte de metáforas, paralelismos e outras cambalhotas estilísticas e a coisa fica composta (se bem que arrefece no processo...). é o truque do poeta enfim,como não tem coragem para dizer que quer comer a francisca pega no "quero comer a francisca", repete a frase de 10 maneiras diferentes e com hipérboles e analogias e metáforas faz um poema...

e no fim a suprema prosa... consegue-se fazer dezenas, centenas, meses, anos de posts (*), em que se diz rigorosamente o mesmo em todos eles, sempre de maneira diferente, I call it art como diria o Sr. Gainsbourg.

(*) para variar não estou a falar deste blog...


publicado por zéoliveira às 01:32
| comentar
|
Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

o mundo é como é

diz que houve aí uma cimeira Europa-África, diz que foi muito importante...

disso não sei nada, só suspeito que o catering não devia ser mau.

 

mas que finalmente liguei a bateria electrónica ao amplificador lá isso liguei

e manda barulho isso manda. barulho bom, bem alto.

aposto que o pessoal em manica ou no mindelo concorda comigo.

 

tamborilar é a palavra de ordem


publicado por zéoliveira às 23:26
| comentar
|
Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007

She Wants Revenge - What I Want

soa como joy division é bem verdade, talvez seja mais do mesmo
críticas mázinhas a este segundo álbum,
costumo guiar-me por isso e andei a resistir a ouvir o raio do disco
qual é o mal do urban chick retro com dor de corno e ritmo saído do inferno?
eu cá gosto, enfim gosto, especialmente onde diz
don´t promise anything you can´t deliver to me

publicado por zéoliveira às 21:39
| comentar
|

...

Jazz is not dead, it just smells funny

Frank Zappa


publicado por zéoliveira às 18:57
| comentar
|
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007

um dia vais ver!

quando um gajo chega a velho lembra-se do que aconteceu quando era novo, mas não do que aconteceu na véspera, certo?

ou seja, não perdi ainda a oportunidade de me chatear a sério com o paulo por se ter acagaçado naquela tarde em que iamos saltar o muro do colégio.

vou pôr a dentadura e dizer com todas as letras, és um covarde pá, não jogo mais à sueca contigo senão pedires já desculpa.


publicado por zéoliveira às 00:53
| comentar
|
Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007

2 mulheres hoje no metro

deixa que assim o gajo nunca mais te deixa. só tens de aguentar e se ele voltar mandá-lo dar uma curva


publicado por zéoliveira às 23:48
| comentar
|

outra vez sobre o Natal

Este ano não vamos poder ir para o Terreiro do Paço planear atentados à árvore de natal.

O monstro valia a pena só por isso, ir para lá e imaginar uma conspiração pela noite, com cordas, um carro a puxar, qualquer coisa que a deitasse ao chão.

um gajo vai perdendo as suas referências natalícias não há dúvida.

fiquemo-nos pelo pontapé sorrateiro ao pai natal que costuma estar à porta da namur.

 

entretanto algures na av aliados os nossos irmaos de luta

devem estar a congeminar algo...ah ah ah ah ah!!!!!!!!!!! (riso cartoon de vilão sff)


publicado por zéoliveira às 01:56
| comentar
|
Domingo, 2 de Dezembro de 2007

post antigo não publicado não sei porquê

às vezes é assustador a vontade com que bebo

enfim, não é que a vida fique sempre nova e a brilhar só porque se tem cuidado 

é mais fruto do acaso, o nome mais urbano para se dizer às escuras

 

talvez seja atreito a vícios, azares e outras coisas que enriquecem a vida


publicado por zéoliveira às 23:56
| comentar
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. nome: poraqui | cor: pret...

. falta-me os tomates para ...

. tipover

. sempre

. blogs como este, do umbig...

. o mundo é como é

. She Wants Revenge - What ...

. ...

. um dia vais ver!

. 2 mulheres hoje no metro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds