Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2006

não chegou a pensamento, chama-se sensação

ei, gosto do teu néctar

publicado por zéoliveira às 22:54
| comentar
Domingo, 19 de Fevereiro de 2006

...

face2.big
tudo morre, mas mesmo tudo morre
em cada um, átomos de estrelas mortas
a semente desta breve passagem, que diligentemente perpetua o conjunto dos cadáveres
acabo de perceber que estou mesmo cansado disto
do fel a que tem sabido tudo isto
da dor que se sente em tudo isto

subsiste no entanto a questão essencial, há falta de melhor ideia, vamos existindo

publicado por zéoliveira às 19:54
| comentar | ver comentários (3)

...

Folha de papel, branca, muito branca, corta ser isto, todos lá podem escrever (em mim). E rasgar (em mim) e cortar sadicamente com uma tesoura ou uma faca (em mim). Esporadicamente em mim escrevem palavras que vale a pena gritar até ao fim, outras vezes babam-se de forma crua e sem gosto. Outras vezes que me lamberam e cortaram a língua, outras rasgaram-me por dentro com a saliva e o amor quente de me meterem na boca.
Não interessa muito se podia ser uma outra natureza, agente vive a vida que nos dão para viver.
Mas pode-se sempre imaginar que está tudo já escrito, que não se pode apagar para começar tudo outra vez, fica-se sem saber como seria.

publicado por zéoliveira às 16:24
| comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2006

...

morrer a ver. morrer a ver. morrer a ver. morrer a ver. morrer a ver. MORRER
ver-te morrer a ver-me. ver-te morrer a ver-me. VER-TE MORRER
viver e viver-te. viver e viver-te. viver e viver-te. VIVER-TE

publicado por zéoliveira às 19:21
| comentar

...

FlyingBag.jpg
Porque é que arrastamos o vazio por aí?
Porque é que somos invólucros dos outros?
Dias em que nos habituamos a estar assim, com o desejo saciado.
Dias em que nos desgosta a inquietação animal de não saber onde parar.

E tu que és assim como eu.
Eu vejo o que tu és todos os dias em que estás e em que foges.
E a força com que te vais só é superada pela vontade com que voltas.

Se não se encontra equilíbrio nisto... demasiado dinâmico?
É talvez uma forma deformada de passar pela vida esta de agora.

Before you come to any conclusion, try walking in my shoes

publicado por zéoliveira às 19:11
| comentar

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. nome: poraqui | cor: pret...

. falta-me os tomates para ...

. tipover

. sempre

. blogs como este, do umbig...

. o mundo é como é

. She Wants Revenge - What ...

. ...

. um dia vais ver!

. 2 mulheres hoje no metro

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds